Baixar Livro Paraíso Perdido – Filhos do Éden Vol 03 – Eduardo Spohr PDF MOBI LER ONLINE

Sem categoria

Baixar Livro Paraíso Perdido – Filhos do Éden Vol 03 – Eduardo Spohr PDF MOBI LER ONLINE

Baixar Livro Paraíso Perdido – Filhos do Éden Vol 03 – Eduardo Spohr PDF MOBI LER ONLINE

Descrição do livro

No princípio, Deus criou a luz, as galáxias e os seres vivos, partindo em seguida para o eterno descanso. Os arcanjos tomaram o controle do céu e os sentinelas, um coro inferior de alados, assumiram a província da terra.

Relegados ao paraíso, ordenados a servir, não a governar, os arcanjos invejaram a espécie humana, então Lúcifer, a Estrela da Manhã, convenceu seu irmão – Miguel, o Príncipe dos Anjos – a destruir cada homem e cada mulher no planeta. Os sentinelas se opuseram a eles, foram perseguidos e seu líder, Metatron, arrastado à prisão, para de lá finalmente escapar, agora que o Apocalipse se anuncia. Dos calabouços celestes surgiu o boato de que, enlouquecido, ele traçara um plano secreto, descobrindo um jeito de retomar seu santuário perdido, tornando-se o único e soberano deus sobre o mundo.

Antes da Batalha do Armagedon, antes que o sétimo dia encontre seu fim, dois antigos aliados, Lúcifer e Miguel, atuais adversários, se deparam com uma nova ameaça – uma que já consideravam vencida: a perpétua luta entre o sagrado e o profano, entre os arcanjos e os sentinelas, que novamente, e pela última vez, se baterão pelo domínio da terra, agora e para sempre.

Baixar, Livro, eBook, PDF, ePub, mobi, Ler Online

Opinião do Livro e do autor Paraíso Perdido – Filhos do Éden Vol 03 – Eduardo Spohr PDF MOBI LER ONLINE

No princípio, Deus criou a luz, as galáxias e os seres vivos, partindo em seguida para o eterno descanso. Os arcanjos tomaram o controle do céu, e os sentinelas, um coro inferior de alados, assumiram a província da terra. Relegados ao paraíso, ordenados a servir, não a governar, os arcanjos invejaram a espécie humana, então Lúcifer, a Estrela da Manhã, convenceu seu irmão — Miguel, o Príncipe dos Anjos — a destruir cada homem e cada mulher no planeta. Os sentinelas se opuseram a eles, foram perseguidos e seu líder, Metatron, arrastado à prisão, para de lá finalmente escapar, agora que o Apocalipse se anuncia. Dos calabouços celestes surgiu o boato de que, enlouquecido, ele traçara um plano secreto, descobrindo um jeito de retomar seu santuário perdido, tornando-se o único e soberano deus sobre o mundo. Antes da Batalha do Armagedon, antes que o sétimo dia encontre seu fim, dois antigos aliados, Lúcifer e Miguel, atuais adversários, se deparam com uma nova ameaça — uma que já consideravam vencida: a perpétua luta entre o sagrado e o profano, entre os arcanjos e os sentinelas, que novamente, e pela última vez, se baterão pelo domínio da terra, agora e para sempre.

Depois de ler A Batalha do Apocalipse Eu tinha certeza de que Eduardo Spohr teria ralar muito para continuar a criar histórias incríveis e manter o seu público fiel que adoravam se encontram Spohr Verse *.
Crianças de Eden é uma trilogia que conta a história de anjos que habitam sobre a terra durante o período coberto em A Batalha do Apocalipse, em outras palavras, o início até o fim dos tempos.
Pode parecer estranho, mas esta trilogia ocorre no mesmo período da Batalha do Apocalipse, no entanto, com um foco em outros personagens mais “humanos”. Enquanto em Battle um arcanjo poderia destruir o mundo com um estrondo, em Children of Eden, anjos na terra usar armas, extintores e outros objetos do mundo físico para lutar contra seus oponentes. Esta é certamente uma solução roteiro muito inteligente para tentar equilibrar os poderes angélicos entre os personagens e nós, seres humanos.
O que é sobre Anjos da Morte
Capa – Anjos da Morte – Filhos do Éden
Apesar de ter levantado as folhas de uma guerra entre humanos e anjos no parágrafo anterior, não é exatamente o que acontece neste livro.
Anjos da Morte é o segundo volume da trilogia Crianças de Eden, lançado em 2013 pela editora Verus e é sem dúvida muito melhor do que Herdeiros de Atlântida. Digo isso porque eu pensei Herdeiros de Atlântida um livro da menina (talvez porque o personagem principal, Kaira, ser uma mulher em crise existencial, perdido em uma cidade estranha, vivendo uma vida que não é dela), mas este segundo livro faz não. Este livro é o homem!
Tiro, sangue, guerra, luta, luta, Irmã, lama, terror! Como bem resumiu Eduardo Spohr na introdução, Anjos da Morte é “pólvora, napalm, sangue e lágrimas”! Não arrisco a dizer, eu confirmo: Anjos da Morte é o segundo melhor livro de Eduardo Spohr escreveu hoje! Primeiro, é claro, batalha continua …
Para quem já leu o primeiro volume desta trilogia saber Denyel “sacrifícios” Kaira e para salvar seus camaradas em batalha em Atlantis, mas que ainda não começou a ler Anjos da Morte vai se surpreender com os detalhes da vida deste personagem e quanto ele gastou no mundo físico.
Apesar de muito amado Batalha (eu sei que é chato, mas eu tenho que fazer os encaminhamentos apropriados quando necessário), não gosto muito quando um livro é repleto de flashbacks, em outras palavras, quando estamos em uma linha do tempo da história e, uma viragem da página, voltou no passado distante para explicar algo que vai acontecer no futuro próximo. Honestamente, eu estou muito chateado com este e para trás, Anjos da Morte, mas o autor desenvolveu uma narrativa em que nunca havia sido exibido antes: dupla timeline.
A dupla linha do tempo
Denyel – Anjos da Morte
Eu amei a forma como este livro foi organizado. Existem duas linhas de tempo: esta linha, que conta a saga de Kaira (menina agora mais potente e menos pouco), ea última linha, que conta a história de Denyel. Simples assim.
Esta divisão do passado e do presente é bastante diferente do conceito de flashback, como um personagem de uma linha do tempo nunca está na outra. Isso simplifica a leitura torna claro para o leitor que, quando se fala de Denyel, ‘re falando sobre a vida do personagem antes do início dos Herdeiros de livro de Atlantis, e, quando se fala de Kaira, está indo após o final do primeiro livro.
Eu encontrei esta divisão tempo fantástico. Primeiro, a simplificação de compreensão durante a leitura e, em segundo, o excelente trabalho de desenvolvimento do caráter Denyel, contando todo o seu passado e explicar ao leitor por que ele é um anjo exilado na Terra.
As Variedades angélicos que não limitem
Querubins, Serafins, Ofanins e Elohim são alguns exemplos detalhados de castas angelicais por Spohr para definir os pontos fortes e fracos de cada um ser angelical. Aviso engraçado em Anjos da Morte que casta é algo que determina o comportamento, no entanto, não é uma limitação física, psíquica ou conjunto mágico no nascimento Angel. A casta é algo em que deve ser tomado como verdade e viver de acordo com suas leis.
Há uma passagem no livro que é muito claro para mim, quando é Denyel, os Querubins casta, aprende uma “habilidade” até então exclusiva dos guardiões sagrados. Se uma habilidade pode ser ensinada, e seu conhecimento absorvido por um anjo de outra casta, então a variedade é apenas algo para prejudicar o desenvolvimento da raça. Esse detalhe parece ser muito sutil, mas pode surpreender-nos mais no terceiro volume da trilogia. Quem sabe!?
Há também a possibilidade de que estou completamente errado e não entendia nada, mas é um risco que corremos ao descobrir que descobrir algo que ninguém tenha descoberto! 🙂
Conclusão
Este é certamente um grande exemplo de livro que deve ser lido, para todos aqueles que gostam de fantasia. Eduardo Spohr me surpreendeu muito, neste segundo volume com uma história maravilhosa e envolvente, mas também me surpreendeu ótimo funcionário Português.
Um livro bem escrito sempre me dá uma inveja boa, eles sempre pensam: um dia eu vou ter um Português ainda a este nível. Glad I ler no Kindle, porque tem um dicionário digital que realmente me ajudou a expandir meu vocabulário através da leitura Spohr.
Mais uma vez, parabéns a Spohr no entanto este trabalho e que esta revisão incentiva você a completar ainda mais o terceiro volume, porque eu sei que muitos, como eu, ansioso para completar esta saga.
Gostei da avaliação e estava ansioso para começar a ler, e depois executar mais barato comprar o seu exemplar!
* Spohrverso – universo criado por Eduardo Spohr que serviu como cenário para o primeiro livro A Batalha do Apocalipse e também serve para Herdeiros de Atlântida e Anjos da Morte.

 

Livros Relacionados

Written by dmendes40

Leave a Reply