Livro Orin – Manuel Alves PDF MOBI LER ONLINE

Comportamento

Livro Orin – Manuel Alves PDF MOBI LER ONLINE

Baixar Livro Orin – Manuel Alves PDF MOBI LER ONLINE

Descrição do livro

No Início, existia apenas uma vontade. Essa vontade não tinha desejos, pois não havia nada para desejar. Para essa vontade, todo o conhecimento era imediato e limitado à sua própria existência. A vontade existia numa plenitude despreocupada. Tudo mudou com um simples pestanejar…

Baixar, Livro, eBook, PDF, ePub, mobi, Ler Online

  • baixar livro de professor manuel Alves
  • baixar livros de matemática de professor manuel Alves
  • Manuel Alves pdf
  • Manuel alves volume 1
  • orin manuel alves

Opinião do Orin – Manuel Alves PDF MOBI LER ONLINE

Manuel Alves, com a naturalidade de todas as coisas naturais, apresenta-nos a intuição feminina associada à sabedoria inesgotável completamente falível… E depois, com ironia e sarcasmo, diz que a mulher é perfeita. Ou melhor, a sua única imperfeição é a necessidade do homem. A imperfeição de uma coisa perfeita é sempre exterior à sua forma!
É claro que se isto fosse escrito por outra pessoa qualquer levava já com uma estrela em cima e com um comentário completamente arrasador, do género de ter de esperar uns dias (ou meses) até se conseguir levantar!
Eu até podia conspirar e dizer que há aqui uma associação maldosa entre a mulher e a patanisca! Ou seja, esta visão da mulher como um subproduto é machista e redutora
~~~~
A mulher na condição de mãe é perfeita!
A mulher na condição de mulher não é perfeita!
~~~~
A próxima vida que fizeres nascer vai doer-te nove vezes mais.”
Maternidade!
A voz é o som que sai da boca. O fim é o oposto de Inicio. Tudo e nada são próximos e nem todas as buscas são infrutíferas…
Chama-se Orin! Ora pleno, ora vazio! Ora, ora…
CRIAR…
O conceito da criação definido pela dor?
Dor. Dor dolorosa. Doer nove vezes mais…
~~~~
É que todos sabemos que o cotovelo não é apenas uma articulação…E que os maxilares não são só para prender os dentes…E que sabemos as coisas mesmo sem saber disso…
~~~~
Manuel Alves sabe que meter as pataniscas aqui seria motivo de piada!
Nada é feito ao acaso”
Marketing natural…
~~~~
“Gostou da palavra patanisca e sorriu. “
~~~~
A ideia da criação do homem como acidente de percurso, como coisa errada!
A ideia do estudante e das perguntas!
A ideia de arte como algo que não necessita de explicação!
A ideia do homem se perder em explicações!
A ideia de afastamento quando não nos queremos explicar!
A ideia da criação da mulher com seios e ventre!
A ideia da perfeição associada ao sorriso!
A ideia de associar a mulher a perguntas!
A ideia de associar o sorriso feminino a algo premeditado!
A ideia de associar o desconforto dos homens às mulheres!
A ideia da mulher gostar de sofrer!
A ideia da mulher ver ideias onde não existem!
Ah ah*
E tudo na ideia do homem…

u aprecio muito o discurso mítico, e acho que o autor teve um bom início, parecendo dominar o tipo de narrativa. Porém, à medida que o texto avança, perde a beleza, a doçura que possuía inicialmente, relegando para a estupidez, como o próprio autor a determinada altura admite. De facto, falar de “pataniscas” num texto com características míticas não é lá grande ideia. Também não apreciei a criação do homem, destruição do homem, criação da mulher (mais perfeita que o homem), desejo da mulher pela existência de um ser semelhante do sexo masculino, satisfação desse mesmo desejo e consequente metaforização pelo parto, e condenação da mulher à dor física pelo seu desejo e amor pelo seu equiparado do sexo masculino.
O autor não se conseguiu despegar das tradições culturais e religiosas que, inconscientemente, todos carregamos.
Foi pena, pois o início foi fabuloso.

Ler Orin – Manuel Alves.
livro sobre Orin – Manuel Alves,
opinião do livro Orin – Manuel Alves,
autor do livro Orin – Manuel Alves,
ebook Orin – Manuel Alves,
ler Orin – Manuel Alves

Livros Relacionados

Written by dmendes40

Leave a Reply