Livro Cypherpunks – Liberdade e o Futuro Da Internet – Julian Assange PDF MOBI LER ONLINE

Jornalismo

Livro Cypherpunks – Liberdade e o Futuro Da Internet – Julian Assange PDF MOBI LER ONLINE

Baixar Livro Cypherpunks – Liberdade e o Futuro Da Internet – Julian Assange PDF MOBI LER ONLINE

Descrição do livro

“Cypherpunks – Liberdade e o Futuro da Internet” é o primeiro livro de Julian Assange, editor chefe e visionário por trás do Wikileaks. O livro é resultado de reflexões de Assange com um grupo de pensadores rebeldes e ativistas que atuam nas linhas de frente da batalha em defesa do ciberespaço (Jacob Appelbaum, Andy Müller-Maguhn e Jérémie Zimmermann). A edição brasileira terá a colaboração do filósofo esloveno Slavoj Zizek e tradução de Cristina Yamagami. Apesar de a internet ter possibilitado verdadeiras revoluções no mundo todo, Assange prevê uma grande onda de repressão no mundo online, a ponto de considerar a internet como uma possível ameaça à civilização humana devido à transferência do poder de populações inteiras a um complexo de agências de espionagem e seus aliados corporativos transnacionais que não precisarão prestar contas pelos seus atos. Em contrapartida, propõe o lema “privacidade para os fracos e transparência para os poderosos”. O livro reflete sobre a vigilância em massa, censura e liberdade, mas o principal tema é o movimento cypherpunk, que faz uso da criptografia como mecanismo de defesa dos indivíduos perante a apropriação e uso bélico da internet pelos governos, Estados e empresas. Os cypherpunks defendem a utilização da criptografia e métodos similares como meios para provocar mudanças sociais e políticas. O movimento teve início em 1990, atingiu o auge de suas atividades durante as “criptoguerras” e, sobretudo, após a censura da Internet em 2011 na Primavera Árabe. O termo cypherpunk, uma derivação (criptográfica) de cipher (escrita cifrada) e punk, foi incluído no Oxford English Dictionary em 2006.

Baixar, Livro, eBook, PDF, ePub, mobi, Ler Online

  • Cypherpunk download
  • cypherpunk epub
  • cypherpunks julian assange pdf
  • cypherpunks liberdade e o futuro da internet pdf
  • livro cypherpunks

Opinião do Cypherpunks – Liberdade e o Futuro Da Internet – Julian Assange PDF MOBI LER ONLINE

Plágio tem sido o ponto de inflamação na GR neste fim de semana. Eu pensei sobre a controvérsia, quando a lei de copyright é posta em causa em todo Cypherpunks. Compartilhamento e privacidade não só manter a autonomia, de modo que o livro vai, mas cada novo civilização. É difícil argumentar com isso. Dito isto, esta discussão foi tudo um pouco “meh” para mim. Deus sabe que eu odeio esse julgamento, mas ele adere a mim. Não é total falta de rigor neste livro. Pontos são feitas e, em seguida, começa uma retirada para réplicas loquazes e cliché. É importante recordar que esta tenha ocorrido antes das revelações Snowden. Eu provavelmente irá explorar algumas fontes secundárias agora.

Certo que não é exatamente um livro, que é por isso que eu dei-lhe 4 estrelas, entrevistas estendidas mais como com Julian Assange fala com contemporâneos sobre como o e-comunicações e vigilância, por parte do governo, Google, Facebook etc. Big Brother já está aqui de acordo com eles ; por exemplo, todas as transações financeiras de cartões de crédito, cheques, e em dinheiro, são rastreadas. Bem, eu pensei que muito buscado com dinheiro, em seguida, percebi que tinha um “Onde está George” rastreador app traçando as viagens de uma nota de $ 1 I registrado.
Se alguém segue Assange ou o odeia, infelizmente, tudo o que ele diz no livro está saindo em aberto para ser verdade. O que é meio notável é este livro em formato impresso foi no ano passado. A essência de tudo o que Edward Snowden revelou já se fala em Cypherpunks. É assustador se se se considerar que o mesmo governo que afirmam estar a recolher todos os dados por razões benevolentes pode transformar malévolo em face da resistência. Se alguém pensa que não poderia acontecer aqui, olha-se as recentes audiências no IRS.

Se você quer um olhar mais lúcida e completa para o futuro passado e possível da internet, verifique Heather Brooke de “A revolução será digitada”, se você digerir sua vingança pessoal contra Assange.

Mas boa deste livro. Aqui estão algumas citações que saltou fora de mim:
Dentro de alguns anos, a civilização global será uma distopia de vigilância pós-moderna, a partir do qual escapar para todos, mas os indivíduos mais qualificados será impossível. Na verdade, nós já pode estar lá.

É importante compreender estes sistemas, porque quando nós não as entendemos que há uma tendência geral para adiar a autoridade, para as pessoas que fazem compreendê-los ou são capazes de afirmar o controle sobre eles, mesmo que eles não entendem a essência da coisa em si. É por isso que vemos tanto hype sobre ciber guerra é porque algumas pessoas que parecem estar na autoridade sobre a guerra começar a falar sobre a tecnologia como se entendê-la.
Essas pessoas são muitas vezes falando sobre guerra cibernética e não um deles, nem um único, está falando sobre a construção da paz cyber, ou qualquer coisa relacionada com a construção da paz. Eles estão sempre falando sobre a guerra, porque isso é o seu negócio e eles estão tentando controlar processos tecnológicos e legais como um meio para promover seus próprios interesses. Então, quando nós não temos controle sobre nossa tecnologia essas pessoas querem usá-lo para suas extremidades, para a guerra especificamente.
A criptografia é a última forma de ação direta não-violenta.

criptografia forte pode resistir a um pedido ilimitado de violência. Nenhuma quantidade de força coercitiva nunca vai resolver um problema de matemática.

Como estados fundir com a internet eo futuro da nossa civilização torna-se o futuro da internet, temos de redefinir as relações de força. Se não o fizermos, a universalidade da internet irão se fundir humanidade global em uma grade gigante de vigilância em massa e controle de massa.

Temos de levantar um alarme. Este livro é um grito de vigia durante a noite.

Quando você se comunica através da internet, quando comunicam através de telefones celulares, que estão agora malha à internet, as comunicações estão sendo interceptado por organizações de inteligência militar. É como ter um tanque em seu quarto. É um soldado entre você e sua esposa, como você está SMSing.

Houve uma mudança nos últimos anos de interceptar tudo o que acontece do outro lado de um país para outro e escolhendo as pessoas em particular que você quer espionar e atribuindo-os aos seres humanos, agora interceptar tudo e armazenar tudo de forma permanente.

Dez anos atrás, isso foi visto como sendo uma fantasia, este foi visto como algo que só as pessoas paranóicas acreditava, mas os custos de intercepção de massa já diminuiu para o ponto onde até mesmo um país como a Líbia com relativamente poucos recursos estava fazendo isso com o francês tecnologia. Na verdade a maioria dos países já estão lá em termos de intercepção real.

Unidos na Europa são maciçamente compra de máquinas que lhes permitem agir exatamente fora da lei em matéria de intercepção, porque eles não precisam de uma decisão judicial, eles podem basta ligá-lo e fazê-lo, e esta tecnologia não pode ser controlada.

Esta tecnologia é muito complexa; por exemplo, no debate na Austrália e no Reino Unido sobre a legislação proposta para interceptar todos os metadados, a maioria das pessoas não entendem o valor de metadados ou mesmo a própria palavra. Interceptando todos os metadados significa que você tem que construir um sistema que intercepta fisicamente todos os dados e, em seguida, joga tudo, mas os metadados de distância. Mas um tal sistema não pode ser confiável.

Estamos agora em uma fase em que a população humana está dobrando a cada vinte e cinco anos ou mais – mas a capacidade de vigilância está dobrando a cada dezoito meses. A curva de vigilância está dominando a curva população. Não há como escapar direta. Estamos agora na fase em que apenas $ 10000000 pode comprar uma unidade para armazenar permanentemente as interceptações massa de um país de dimensões médias. Então eu pergunto se precisamos de uma resposta equivalente. Isso realmente é uma grande ameaça à democracia e à liberdade em todo o mundo que precisa de uma resposta, como a ameaça de guerra nuclear precisava de uma resposta em massa, para tentar controlá-lo, enquanto ainda podemos.

Se você é um usuário padrão Google Google sabe quem você está se comunicando com o que você sabe, o que você está pesquisando, potencialmente sua orientação sexual, e suas crenças religiosas e filosóficas … Ele sabe mais sobre você do que você conhece a si mesmo .. . você sabe o que você olhou para dois anos, três dias e quatro horas atrás? Você não sabe; Google sabe … Na verdade, eu tento não usar o Google mais por estas mesmas razões.

E pode-se argumentar que as agências de espionagem dos EUA têm acesso a todos os dados armazenados do Google. E todos os dados do Facebook, isso de uma maneira Facebook e Google podem ser extensões destas agências.

É uma loucura absoluta imaginar que desistamos de todos os nossos dados pessoais para essas empresas, e polícia secreta privatizadas, em seguida, as empresas tornam-se essencialmente. E em caso de Facebook – que ainda democratizaram vigilância. Em vez de pagar as pessoas fora do caminho da Stasi fez na Alemanha Oriental, que recompensá-los como uma cultura – eles ficar com alguém agora.

Se você construir um sistema que registra tudo sobre uma pessoa e você sabe que você vive em um país com leis que forçarão o governo a desistir disso, então talvez você não deve construir esse tipo de sistema.

Criptografia pode resolver o problema de intercepção em massa, e é o problema intercepção granel, que é uma ameaça à civilização global. segmentação individual não é a ameaça.

Claro que qualquer um pode ficar fora da internet, mas então é difícil para eles ter qualquer influência. Eles selecionam-se para fora de ser influente fazendo isso. É a mesma coisa com os telefones móveis; você pode optar por não ter um telefone celular, mas você reduzir a sua influência. Não é um caminho a seguir.

Eu acho que a única defesa eficaz contra a distopia de vigilância vinda é aquela em que você tomar medidas si mesmo para proteger a sua privacidade. Uma analogia histórica poderia ser como as pessoas aprenderam que devem lavar as mãos.

A única questão é em que uma das duas maneiras que eles vão pensar sobre isso? Eles vão quer pensar, “Eu preciso ter cuidado com o que eu digo, eu preciso estar em conformidade”, o tempo todo, em cada interação. Ou eles vão pensar “eu preciso dominar pequenos componentes desta tecnologia e instalar coisas que me proteger para que eu sou capaz de expressar meus pensamentos livremente e comunicar-se livremente com os meus amigos e pessoas que me interessa.” Se as pessoas não tomar esse segunda etapa, em seguida, nós teremos uma correção política universal, porque mesmo quando as pessoas estão se comunicando com seus amigos mais próximos que vai ser auto-censura e irá remover-se como atores políticos do mundo.

As pessoas que criaram o Google não começou para criar Google, para criar a maior máquina de vigilância que já existiu. Mas na verdade, que é o que foi criado.

Na narrativa política é chamado de roubo, mas eu quero fazer o meu ponto que todo mundo que usou Napster em 1999 tornou-se um fã de música e depois foi para concertos e tornou-se um descritor dizendo a todos: “Você deveria ouvir essas pessoas, que deveria ir a esse show “, e assim por diante.

Alguns membros do Parlamento Europeu agora compreender que quando os indivíduos compartilham coisas, quando eles compartilham arquivos sem um lucro, eles não devem ir para a cadeia, eles não devem ser punidos.

Você pode ter um sistema técnico totalmente seguro e que o governo vai pensar que não é bom, porque eles acham que a segurança é quando eles podem olhar para ele, quando eles podem controlá-lo, quando eles podem violar a segurança técnica.

Essa é a coisa mais perigosa que acontece com os governos nos dias de hoje – quando as pessoas têm idéias melhores do que o que sua política é.

Isto teve um efeito inibidor tremendo na China – não que eles estão sendo censurado, mas que tudo o que eles lêem está sendo espionado e gravado. Na verdade, isso é verdade para todos nós. Isso é algo que modifica as pessoas, quando eles estão conscientes disso.

Jornalistas raramente são instruídos: “Não imprimir nada sobre isso”, ou “Não imprimir esse fato.” Ao contrário, eles entendem que eles são esperados para porque eles entendem os interesses daqueles que desejam para aplacar ou crescer perto. Se você se comportar você estará deu um tapinha na cabeça e recompensado, e se você não se comportar, então você não vai. É simples assim. Eu sou muitas vezes gosta de fazer este exemplo: a censura óbvio que ocorreu na União Soviética, a censura que foi propagandeado sobre tanto no Ocidente – jackboots próximos para os jornalistas no meio da noite para levá-los de suas casas – tem acaba de ser desviado por doze horas. Agora vamos esperar para o dia e tomar casas de jornalistas, como eles saem de patrocínio e são incapazes de pagar as suas dívidas.

As pessoas precisam saber que eles não podem simplesmente ficar de braços cruzados, eles precisam realmente agir, e esperamos que eles vão.

hackers italianos se comportar de forma totalmente diferente do que hackers alemães – onde quer que estejam, eles precisam fazer uma boa comida; com hackers alemães, eles precisam ter tudo bem estruturada.

As guerras de drones estado de vigilância transnacional e intermináveis ​​são quase em cima de nós.

Todas as comunicações serão vigiados, permanentemente gravada, permanentemente monitorado, cada indivíduo em todas as suas interações permanentemente identificadas como esse indivíduo a este novo estabelecimento, desde o nascimento até a morte. Isso é uma grande mudança a partir de dez anos atrás e já estamos praticamente lá. Eu acho que só pode produzir uma atmosfera muito controladora.

Como uma pessoa normal pode ser livre dentro desse sistema? Eles simplesmente não posso, é impossível. Não que qualquer um pode nunca ser completamente livre, dentro de qualquer sistema, mas as liberdades que temos biologicamente evoluíram para, e as liberdades que se tornaram culturalmente acostumados, será quase que inteiramente eliminado.

Ler Cypherpunks – Liberdade e o Futuro Da Internet – Julian Assange.
livro sobre Cypherpunks – Liberdade e o Futuro Da Internet – Julian Assange,
opinião do livro Cypherpunks – Liberdade e o Futuro Da Internet – Julian Assange,
autor do livro Cypherpunks – Liberdade e o Futuro Da Internet – Julian Assange,
ebook Cypherpunks – Liberdade e o Futuro Da Internet – Julian Assange,
ler Cypherpunks – Liberdade e o Futuro Da Internet – Julian Assange

Written by dmendes40

Leave a Reply