A Selva – Ferreira de Castro

Aventura

Baixar Livro A Selva – Ferreira de Castro PDF MOBI LER ONLINE

A Selva – Ferreira de Castro

Descrição do livro

O romance A selva, de Ferreira de Castro, publicado em Portugal em 1930, é um documento com trato estético sobre a vida dos seringueiros na floresta amazônica, presenciada pelo autor que, na condição de “exilado”, foi “aprisionado” na selva para a extração do látex, durante o período de 1910 a 1914, quando o primeiro grande ciclo da borracha entrava em crise. O livro aborda a dimensão humana dos milhares de homens que se embrenharam na floresta seduzidos pela ambição, por promessas falsas de riqueza fácil, para fugir da seca no Ceará ou da miséria em alguma aldeia portuguesa.

Baixar, Livro, eBook, PDF, ePub, mobi, Ler Online

  • baixar o livro umcendeia me
  • le houver
  • meo cloud eroticos

Opinião do livro A Selva – Ferreira de Castro PDF MOBI LER ONLINE

Esta obra conta a história de um jovem português, Alberto, estudante de Direito, que foge para o Brasil por razões políticas (é monárquico e foi perseguido pelos republicanos devido à tentativa falhada de golpe de estado em 1919). Fica em Belém do Pará com um tio até que é por este sugerida a ideia de ir para a Amazónia, para “enriquecer”.
O que acontece é ver-se numa situação degradante e desumana de quase escravidão, ao ficar num seringal (recolha de borracha), junto ao Rio Madeira, em plena Amazónia, de onde muito poucos saem durante a sua vida. Ao chegar tem uma dívida com o proprietário do seringal que contempla a viagem de barco até ali, os utensílios de trabalho, roupa, comida e arma se necessário. Enquanto a dívida não for saldada, os seringueiros não podem sair dali.
Narra as condições precárias de trabalho e de vida daqueles trabalhadores, com as próprias características do trabalho e o risco constante de ataque de animais da selva e índios.

Alberto sentia-se preso naquela vida e naquele local, só desejava poder saldar a sua dívida e regressar a Portugal, mas pelos motivos políticos que o fizeram fugir não poderia regressar. Recebe entretanto um convite do proprietário para deixar o trabalho de extracção da borracha e ir trabalhar para os escritórios, proposta que aceita e que lhe torna a existência menos penosa.

Entretanto a mãe escreveu-lhe a contar que tinha recebido amnistia política, pelo que poderia regressar a Portugal. Sendo impossível juntar dinheiro para o regresso, sobretudo devido à dívida para com o proprietário, pediu ajuda à mãe para lhe enviar dinheiro para saldar as contas. Ao falar com o proprietário, o mesmo informa-lhe que devido aos trabalhos prestados, a conta está saldada, pelo que lhe sobra o dinheiro para poder ter uma viagem mais desafogada.

O romance termina com a fuga de alguns seringueiros, a sua captura pelos homens de confiança do proprietário e o seu castigo tendo sido ficarem fechados num barracão e todas as noites recebem a visita de um seringueiro de confiança do patrão para os agredir.

O final da obra é dramático, existindo um incêndio provocado por um seringueiro que era escravo liberto, que por não suportar mais as condições de trabalho impostas a ele e aos colegas e por afirmar que “o homem é livre”, resolve trancar o proprietário e pegar fogo à casa. Salvam-se todos, excepto o proprietário…

Ler A Selva – Ferreira de Castro.
livro sobre A Selva – Ferreira de Castro,
opinião do livro A Selva – Ferreira de Castro,
autor do livro A Selva – Ferreira de Castro,
ebook A Selva – Ferreira de Castro,
ler A Selva – Ferreira de Castro

Written by dmendes40

Leave a Reply