Charneca em Flor – Florbela Espanca

Aventura

Baixar Livro Charneca em Flor – Florbela Espanca PDF MOBI LER ONLINE

Charneca em Flor – Florbela Espanca

Charneca em Flor – Florbela Espanca

Descrição do livro

“Charneca em Flor” é o volume de poemas de Florbela Espanca publicado após a sua morte em 1931, pela Livraria Gonçalves de Coimbra. As duas primeiras edições foram organizadas por Guido Batelli, professor italiano visitante na Universidade de Coimbra, com quem Florbela manteve correspondência durante os últimos meses da sua vida. A primeira edição é composta por cinquenta e seis sonetos, enquanto a segunda, do mesmo ano, contém mais vinte e oito peças. De uma carta de 15 de Maio de 1927 dirigida a José Emídio Amaro, director de jornal D. Nuno de Vila Viçosa, sabemos que a antologia foi concluída já naquela época. Alguns dos poemas de Florbela estampados no jornal com que colaborava iriam fazer parte da coletânea. Entretanto, a escritora não conseguiu encontrar um editor para a sua obra.

Opinião do livro Charneca em Flor – Florbela Espanca PDF MOBI LER ONLINE

Desde os meus 14 anos que sempre gostei de Florbela Espanca. Entretanto, fiquei alguns anos sem ler quase poesia alguma e estes dias resolvi voltar a ler Florbela Espanca.

Acredito que existe uma altura certa para ler certos géneros de poesia. Florbela fala de morte, perda, o que é amar sem ser amado, o que é amar alguém que nunca lhe poderá pertencer sentimentalmente.
Um dia eu li um artigo sobre como alguns escritores reconhecidos mundialmente tinham sido diagnosticados ou tinham sido declarados como sofrendo de Transtorno Bipolar. É algo que também corre na minha família. Estes escritores não pretendiam curar-se da bipolaridade, pois eles acreditavam que era dessa negatividade e desse lugar escuro e frio que saíam as obras-primas que ficariam na História da Literatura.
Creio que o mesmo terá acontecido com Florbela Espanca. Morreu antes do seu tempo por estar inevitavelmente apaixonada com uma das pouquíssimas pessoas com quem poderia ter uma relação amorosa: o seu irmão.

Infelizmente, depois de tantos anos sem a ler, apercebi-me que passei dessa fase e já me encontro sentimental e psicologicamente noutro lugar muito diferente. Não deixo de apreciar alguns poemas mas a maioria já não me apela minimamente: sinto que estou noutro lugar na vida onde esses poemas simplesmente não têm lugar.
Não deixo, no entanto, de sentir uma ligação especial com esta poetisa, que me apelou numa altura da vida em que existem mudanças que nós próprios não conseguimos entender sem a ajuda de quem esteja emocionalmente no mesmo lugar

Written by dmendes40

Leave a Reply