Morte Súbita – Álvaro Enrigue

Aventura

Baixar Livro Morte Súbita – Álvaro Enrigue PDF MOBI LER ONLINE

Morte Súbita – Álvaro Enrigue

Morte Súbita – Álvaro Enrigue

Descrição do livro

Uma narrativa alucinante e vertiginosa que começa em uma partida de tênis e se transforma numa história alternativa da humanidade.

Em 04 de outubro de 1599, ao meio-dia, dois duelistas estão nos campos de tênis público da Piazza Navona, em Roma. Um deles é um jovem que está transformando a arte de seu tempo. O outro é um poeta espanhol absolutamente genial.

Caravaggio e Quevedo disputam a partida diante de uma multidão que inclui Galileu, Maria Madalena, e uma geração de papas que iria lançar o mundo em chamas. Na Inglaterra, Thomas Cromwell e Henry VIII executam Ana Bolena, e seu algoz transforma seus cabelos lendários em bolas de tênis.

Outros personagens históricos, das mais diversas épocas, habitam esse romance criativo e de leitura viciante. Assassinatos e execuções, cogumelos alucinógenos, criminosos obscenos, esquemas papais e revoluções artísticas formam a grande aventura do mundo moderno. Uma história original e apaixonante.

Opinião do livro Morte Súbita – Álvaro Enrigue PDF MOBI LER ONLINE

Fico feliz por ter tido a oportunidade de ler isso com antecedência e entrevistar o autor. Geralmente, é um livro genial e sedutor – como uma novela de mistério, suas partes distantes se juntam ao longo do tempo através da magia que muda a vida de uma afirmação de inteligência associativa. (O autor também indica o que acontece às vezes também). Senti-se depois de um tempo como sentar-se no meio do campo, observando uma bola desligar de um lado para o outro no tempo e no espaço. Um entretenimento literário po-mo com facas hermenêuticas afiadas nas mangas. Uma oportunidade para os bons leitores divertir-se se estiverem a fazer um jogo. Traduzido por Natasha Wimmer, que mais famosa traduziu 2666 – sua habilidade está em exibição, pois a linguagem transmite voz, aproximação, ritmo, textura. (Menos)
flag23 likes · Like · veja a revisão
Antonomasia
17 de março de 2016, Antonomasia avaliou que realmente gostou · revisão de outra edição
Recomendado para Antonomasia por: Caroline; Lee
Prateleiras: histórico-ficção, esporte e fitness, latino americano, década-2010, arco, 2016, btba-elig-2017, netgalley
[4.5] Com suas cenas de Caravaggio e o poeta espanhol Quevedo jogando uma partida de tênis resfriado (usando uma bola recheada com os cabelos de Anne Boleyn) em vez de um duelo sobre um pouco que ninguém pode se lembrar, Papas da Contra-Reforma planejando e recebendo presentes de O requintado iridescente New World plather, e Cortés e Malinalli (La Malinche) na cama, e uma tentativa de criar a utopia que mais ou menos funcionou, recorrendo à sinopse, são as formas obviamente mais atraentes de abrir uma revisão deste livro. A morte súbita é uma dessas novelas de pedaços [anti?] De pedaços; As ficções históricas tangencialmente relacionadas são intercaladas com trechos de tratados centenários, algumas das reflexões autobiográficas do autor e como-eu-escrevi-este-livro-ness e jogos como uma série de e-mails com seu editor, que ele não recebeu permissão para publicar … mas eles estão aqui e eles não poderiam ter chegado aqui sem ele. Alguns desses livros – incluindo um que eu tenho lido recentemente, The Physics of Sorrow, pular e meandro em fluxos arbitrários de consciência, mas a Enrigue criou um exemplo altamente organizado. Eu realmente não posso fazer melhor do que as metáforas de Lee para a estrutura e a leitura da morte súbita, mas a natureza discreta da maioria dos capítulos (exceto os últimos últimos, onde os parágrafos de diferentes histórias começam a se misturar) se assemelham a ler uma série de artigos abertos em diferentes guias do navegador, lidando com alguns diferentes tópicos de interesse, saltando de um assunto para outro para evitar o tédio. Relacionamentos e motivos começam a se construir entre os artigos, embora eles não tenham sido originalmente criados para serem lidos juntos. Exceto estes foram.

Um conhecimento útil da história do século XVI (Europa Ocidental, América Central) tornará esta leitura menos desafiadora do que pode ser sem: a maioria dos personagens principais seria familiar, embora não tudo o que eles fazem. Alguns são apenas inventados; outros eventos são o tipo de salaciousness e detalhes especializados que não foram encontrados em ano. avg. livro de pesquisa de pesquisa geral e pode ser encontrado suculento mesmo para alguns historiadores experientes. Em um dos seus capítulos de comentários, Enrigue afirma que todas as novelas, mesmo as mais castas, são um pouco pornográficas. Esta não é a mais casta das novelas. Um pouco se sente um pouco envergonhado em nome do Galileo em particular; eram aquelas opiniões sexualmente extravagantes e divertidas, divertidas que são para alguns leitores, e implicando a experiência do congresso com gado, qualquer coisa a ver com seu eu real? Embora na melhor moda do início da moda moderna, Enrigue abaixa aquelas linhas infernais dentro de uma cena lindamente pungente, que sugere a fluidez de amizades [românticas] entre alguns homens intelectuais da época.

O livro ajudou a resolver as questões que restavam depois de um pequeno debate histórico com um amigo há algum tempo. A conquista dos astecas era qualitativamente diferente da maioria dos outros atos de colonialismo, tendo em vista seus extremos de sacrifícios humanos e tortura? Em que medida foi comparável ao derrubar os nazistas? Perguntei-me o que pensavam os povos latino-americanos (não historiadores) – certos métodos europeus de matar naquela mesma época na história eram mais horríveis porque mais estranhos? E o que poderia parecer ser descendente dos astecas? Eles têm algum papel nas afirmações de identidade indígena? Um autor mexicano contemporâneo nos anos quarenta, obviamente, não fala por todos, mas ele esclareceu uma certa quantia.

Written by dmendes40

Leave a Reply